Na maioria dos países do mundo é considerada ANTIGA a peça com mais de 100 anos de idade. Peças do período art nouveau e art decó, portanto, NÃO SERIAM consideradas ainda “antiguidades”, por possuírem menos de um século de idade. Mas essas peças, com muita frequência, formam o acervo de muitos antiquários do mundo inteiro por um conceito mais abrangente e flexível: é o fato da RARIDADE e peculiaridade das técnicas que foram empregadas na confecção das mesmas. São objetos cheios de arte, significados sócio-políticos, culturais e afetivos e que, por isso, passam a representar e ter uma importância enorme como partes do patrimônio de um povo, país ou que marcaram profundamente uma época.