Os alfinetes de chapéu ou marombas são alfinetes decorativos que foram muito usados no final do século XIX e início do século XX, especialmente na Era Vitoriana e na Era Eduardiana. Os chapéus grandes e muito decorados estavam na moda, e as marombas serviam para segurar o chapéu na cabeça, geralmente preso no cabelo. Mas também serviam para segurar os extravagantes enfeites de chapéu da época: flores artificiais, penas e até mesmo pequenos animais empalhados. Por outro lado, as marombas ganharam fama por se tornarem “armas” de defesa das mulheres, visto que algumas revidavam com espetadas os assédios ou outros abusos que estavam sujeitas a sofrer. Por isso, no início do século XX houve uma restrição de tamanho dos alfinetes, para evitar que fossem usados para este fim. Os alfinetes mais longos são, portanto, mais antigos, e foram produzidos com as mais diversas decorações, como pedras preciosas, contas de vidro, detalhes em latão, banho de ouro, etc.