O termo é aceito tanto para representar a PESSOA (física) que comercializa, assim como a LOJA (pessoa jurídica) que compra e vende antiguidades. Há pessoas que também se utilizam do termo “ANTIQUARISTA” para se referir à pessoa que comercializa antiguidades.