O casco de tartaruga foi muito usado em folheados do século XVI ao XIX e atingiu o apogeu no século XVIII. Esse material é quase transparente quando cortado fino e polido. As cores vão do amarelo ao vermelho, passando pelo castanho. Muitas vezes esse material era montado sobre uma superfície metálica para ficar mais brilhante e, por vezes, era tingida. Muito comum nos móveis Boulle (França).

Destacamos que a utilização deste tipo de material é anti-ecológica. A técnica teve o seu período de utilização no passado, mas hoje a consciência ecológica nos ensina o amor à vida e à natureza.

Outros tipos de decoração de peças antigas que são, inclusive, proibidas modernamente: decoração com asas de borboleta, confecção de esculturas em marfim, comércio de taxidermia etc.