Vaso onde se escarra, cospe, saliva. Objeto incomum que caiu em desuso e era de uso comum no século XIX e início do século XX. O escarro cai para dentro do recipiente num orifício central (em cima). Para retirar o escarro do vaso (limpeza), existem orifícios laterais. A maioria das escarradeiras foram ricamente decoradas e pintadas a mão sendo fabricadas, inclusive, por importantes manufaturas, como a de Limoges (França). Era, inclusive, utilizado como acessório junto às mesas de jantar para os convidados cuspirem ou fazerem bochecho após as refeições.