Termo inglês , usado desde o século XVIII para a técnica de aplicação de ouro de alto quilate finamente moído e amálgama de mercúrio, num objeto de bronze. O mercúrio é expulso em um forno deixando na peça um verniz de cor dourada do ouro, que permanece. Os franceses se referem a esta técnica como bronze doré.