Tipo de porcelana inglesa fundada , em 1759, por Josiah Weedgewood, na localidade de Staffordshire, inspirada nos motivos da antiguidade clássica. A manufatura ficou consagrada universalmente pelos trabalhos de gosto neoclássico em fosco azul. A este tipo de material é dado o nome de “jaspe azul”: figuras gregas, vasos, piras, frisos e figuras mitológicas são executados em branco, contrastando com a base azul.

O jaspe azul foi usado para inúmeras finalidades: placas para guarnecer portas de móveis, caixas de relógios, peças comemorativas de fatos históricos inglesas.

Atualmente continuam o fabrico de peças ao gosto antigo. Porém, em tonalidade azul mais forte, existindo ainda em tonalidades cinza-verde e alaranjado, sendo, no entanto, os jaspes azuis os mais característicos.