Vintage (dicionário)

Vintage (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

É um nome dado a boas colheitas de vinhos. A origem vem de vint, relativo à safra de uvas e age obviamente de idade. Assim, quanto mais velho melhor.

Esse estilo resgata os elementos das décadas de 20 a 60. Geralmente, suas peças são de alto valor por serem originais da época. Na decoração vintage, os objetos, tanto móveis quanto peças do mobiliário, como porcelanas, cristais, luminárias, eletrodomésticos, embalagens etc. são originais da época, podendo ser encontrados ou garimpados em antiquários ou lojas do gênero. Diz-se de produto antigo e de excelente qualidade. Ver “RETRÔ“,

Estilo Isabelino; xícara isabelina (caipira) – dicionário

Estilo Isabelino; xícara isabelina (caipira) – dicionário

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

O Período ISABELINO compreende a época também chamada de Período Elisabetano (em Portugal e Brasil: Período Isabelino). É o período associado ao reino da rainha Elizabeth I (1558-1603). É considerado, frequentemente, uma era dourada. Por isso, as peças desse período são bastante rebuscadas, com relevos e dourados. Em algumas regiões do Brasil (interior SP, Minas), as xícaras Isabelinas são carinhosamente chamadas de “caipira”. São peças de qualidade e beleza excepcional. As xícaras (de porcelana) Isabelinas foram fabricadas até o início do século XX por terem grande aceitação no mercado e foram fabricadas especialmente na Alemanha, Inglaterra, Espanha e França. Vinham para o Brasil sob encomenda. Por isso muitas delas possuem inscrições (sempre positivistas) em língua portuguesa como “Amizade”, “Bons Annos”, “Felicidade”, “Amor”…

Gárgula (dicionário)

Gárgula (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

Em arquitetura, é um tipo de desaguadouro: parte saliente das calhas dos telhados que se destina a escoar águas das chuvas a certa distância da parede. Na Idade Média, eram ornadas com figuras monstruosas, humanas ou animalescas e que tinham o objetivo secundário de afugentar os maus espíritos.

Genusflexório (dicionário)

Genusflexório (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

Fé / Igreja católica: móvel específico para rezar, em forma de cadeira, com estrado baixo para ajoelhar-se, e encosto alto, sobre o qual se coloca os braços. É uma peça muito comum em capelas e igrejas, mas também utilizada em residências e fazendas.

Cuia de mate doce (dicionário)

Cuia de mate doce (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

O chimarrão é uma bebida típica do Rio Grande do Sul e dentro de uma cuia de porongo (material orgânico / madeira) é colocada a erva donde se absorve água quente através de uma bomba (de chimarrão). A bebida é como um chá amargo. Algumas mulheres (e crianças) não gostavam da “amarguesa” do mate e, discretamente, acrescentavam açúcar na cuia, para deixar o mate (chá) suave. Entretanto, o açúcar penetra no porongo (cuia) e “estraga” todos os próximos mates dos homens (que sempre preferem o mate bem amargo). Para isso foi inventada uma cuia especialmente para as mulheres. Delicada, em porcelana, as mulheres podiam se reunir e saborear o mate ao seu jeito, sem prejudicar o mate amargo dos homens. Muitos modelos foram criados ao final do século XIX e início do século XX, com rica decoração, incluindo anjos (na base) e motivos florais.

Estilo Império (dicionário)

Estilo Império (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

Logo após a queda do último dos Luíses (Luis XVI), na França, surge o estilo ligado ao gosto de Napoleão, quando imperador (1804): não faltam abelhas, águias e letras N gigantescas por coroas de ouro. Logo após a campanha de Napoleão no Egito, a influência deste país refletiu na decoração do Império.

Estilo Gótico (dicionário)

Estilo Gótico (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

Estilo característico da Idade Média. apareceu por volta de 1100, na França. A catedral de Notre-Dame, em Paris, foi a primeira do estilo gótico, que enfatiza a verticalidade e abusa dos vitrais coloridos de beleza e riqueza ímpares. A característica mais marcante deste estilo é a forma ovigal, em forma de mãos unidas em prece, que, historicamente, revelava a procura do homem em reverenciar a Deus, dirigir-se a Ele em respeito, devoção e necessidade de pedir perdão pelos pecados.

Curiosidade: A expressão “estilo gótico” não existia em seu tempo. Quando a nova estética se expande além das fronteiras francesas, a sua origem vai ser a base para a sua designação, art français (arte francesa), francigenum opus (trabalho francês) ou opus modernum (trabalho moderno).

Espaldar (dicionário)

Espaldar (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

É o encosto da cadeira ou poltrona. Antigamente as cadeiras tinham espaldares em ângulo reto (90  graus) ou quase reto. Modernamente as cadeiras tem formato mais anatômico, mas que nem sempre traduz em saúde para a coluna (cervical e lombar).

Estilo Georgiano (dicionário)

Estilo Georgiano (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!

O Estilo Georgiano está compreendido no período barroco: a dinastia dos Georges (1714 a 1811) inclui o Barroco tardio, o Rococó e o Neoclássico até o período da Regência.

A construção é robusta, mas nem sempre com boas proporções. As pernas são “cabriolet”, ou seja, para fora, na altura do joelho e para dentro na altura do tornozelo. Mas também encontram-se peças que obedecem o estilo Georgiano e que tem as pernas retas. A ornamentação é simples, quase sempre determinada por uma escultura. As cadeiras têm assento estofado e encostos mais largos na parte superior do espaldar. A madeira preferida era o mogno.

Estilo Eclético (dicionário)

Estilo Eclético (dicionário)

Fotos meramente ilustrativas no nosso DICIONÁRIO DE ANTIGUIDADES. Não fazem parte do nosso acervo!
 
É uma mistura de vários estilos (numa decoração, num móvel, num prédio, uma ilustração etc) e que surgiu em meados do século XIX. No mobiliário, o ecletismo se caracterizou pela retomada de estilos mais antigos (revivalismo) e pela mistura de diversas referências em uma única peça. Embora os modelos fossem geralmente copiados, as linhas se tornaram mais pesadas, as proporções menos elegantes, as ornamentações bastante carregadas, havendo uma predominância de falta de harmonia. Era uma tentativa, dos fabricantes, de procuravam satisfazer todos os gostos.

Uma decoração muito eclética pode ter um resultado um tanto quanto confuso (ver primeira foto).